5 dicas do que evitar na hora de se vestir

, outubro 16, 2017


moda | dicas de moda | moda feminina | roupas | guarda-roupa | consultoria de moda | 5 coisas para evitar ao montar um look | moda 2017 | moda 2018

Uma das mais recorrentes dúvidas de moda que recebo por e-mail e com as quais trabalho em consultoria é "como me vestir adequadamente para a ocasião X". Amigas e colegas já brincaram comigo, dizendo que "vou estilosa até mesmo à padaria" - mas, é claro que não é bem assim. Quem nunca teve seus dias desleixados? Afinal, ninguém é obrigada a estar 100% do tempo impecável.

Há, no entanto, maneiras de "se mostrar ao mundo" de forma conivente com sua personalidade, evitando, assim, estar inadequadamente vestida - e, para isso, sugiro dar uma espiadinha na lista abaixo, nos 5 ítens que sugiro a você evitar na hora de escolher um look. Desta forma, fica mais fácil alcançar o 'bem-vestir' de maneira mais natural e empoderada. 

moda | dicas de moda | moda feminina | roupas | guarda-roupa | consultoria de moda | 5 coisas para evitar ao montar um look | moda 2017 | moda 2018

Imagem: Pinterest - reprodução.

 

#1 NÃO SE PREOCUPAR COM O TEOR DA OCASIÃO

Este é um dos principais pontos para evitar. Se você tem uma festa para ir, é importante se informar a respeito de seu teor, ou seja: se é sport fino, black tie, casual chic, social, à fantasia, etc. Pergunte ao anfitrião - ou tente se informar com outros convidados, caso a informação não conste no convite. Sabendo qual é o dress code, você conseguirá se vestir de acordo. É claro que, para algumas ocasiões, existe o dress code chamado 'padrão', que todos já conhecem mais ou menos a maneira com a qual deve se vestir. São algumas delas: casamentos; missas (ou qualquer cerimônia de teor religioso); formaturas; ocasiões de ordem jurídica.                                                                                                     

#2 NÃO EXPERIMENTAR O LOOK ANTES DA "HORA H"

Outra coisa para não fazer. Provar o look antes do evento pode evitar muitos desastres, por motivos de: A) a peça de roupa que você tem em mente pode estar suja, amassada, rasgada ou não lhe servir mais (e aí você tem tempo de providenciar os reparos ou de pensar num novo look); B) também pode acontecer de você não gostar da combinação no corpo, de não ficar da forma como você imaginou (o famoso caso do EXPECTATIVA versus REALIDADE) ou C) com antecedência, você consegue mais tempo para se organizar para comprar algo, caso precise, ou até mesmo pedir emprestado.

#3 COPIAR O LOOK DE ALGUÉM

Este tópico poderia ser justificado por inúmeras razões, mas, para começar, temos duas já bem fortes: A) copiar o look de alguém (uma amiga, por exemplo) pode passar uma imagem errada da sua personalidade, já que raramente duas pessoas pensam exatamente igual e têm exatamente os mesmos gostos; B) comprar o look exatamente da forma que viu na vitrine pode te fazer chegar em casa e não gostar do que comprou - pelo mesmo motivo do ítem A. Se copiar a amiga já é arriscado, imagine copiar a produção de uma pessoa que fez montagem para uma vitrine e que nem sequer imagina seus gostos. Copiar nunca é a solução. No fim das contas, você não se sentirá devidamente representada pelo que veste e isto causa baixa-estima. 

#4 NÃO CONHECER SEU ESTILO PRÓPRIO

Esta é uma das razões pelas quais as pessoas acabam caindo na "pegadinha" do tópico 3. Quando você não se conhece e não identifica seu próprio estilo, você se sente perdido(a) ao se vestir, para qualquer ocasião que seja - até mesmo, para ir à padaria. Conhecer a si mesmo(a) e formar um estilo próprio é fundamental para se sentir segura e feliz ao montar qualquer look. Desta forma, você vai passar a representar sua personalidade através da vestimenta, com dignidade. Aqui nesse post eu falo mais sobre como construir seu próprio estilo, em 6 passos.

#5  NÃO PENSAR NA MENSAGEM QUE VOCÊ QUER PASSAR

Esta é uma tecla na qual bato toda vez que o assunto é se vestir. Ao montar um look, devemos sempre nos perguntar "que mensagem quero passar?". Se você vai a uma reunião de trabalho, por exemplo, o que você gostaria de transmitir às pessoas presentes: que é uma pessoa responsável? Séria? Em se tratando de um primeiro encontro, o que você quer passar para a outra pessoa? Que é alguém divertido, simpático? Se, em um terceiro exemplo, você for madrinha de um casamento, qual mensagem quer passar através do seu look? Que é alguém importante? Quer transmitir elegância? Tudo isso você deve se perguntar na hora em que estiver pensando no que vestir. Não se trata de alimentar estereótipos, mas, de simplesmente explicar quem você é e o que pensa através da vestimenta, sem a necessidade de utilizar palavras - ao menos, em um primeiro momento. Tem coisa melhor?

MAIS: 10 dicas para disfarçar gordurinhas no look

Gostaram das dicas? Espero que aproveitem bastante! Depois vem me contar aqui nos comentários, se evitar estes 5 pontos funcionou pra você. E, claro, não deixe de sugerir outros temas para posts! Nos vemos na próxima ;)

Beijos!

Marcéli

 

Deixe um comentário